Chat with us, powered by LiveChat

Contactos Lister Mais
Carrinho de compras 0
0,00 €

Termómetro Digital Grátis

Imunitário Lister + 500ml

Proteja-se já de gripes e constipações indesejáveis com Imunitário Lister +. Um suplemento alimentar que normaliza o metabolismo produtor de energia e contribui para a proteção contra as agressões à sua saúde, nesta época do ano.

Imunitário Lister + (Campanha 3+1)

 

Benefícios

Reforça o sistema imunitário

Protege as células contra as oxidações indesejáveis

Reduz a fadiga física e mental

 

Descrição

Imunitário Lister + vai colocar de lado todo o cansaço físico e mental oferecendo mais energia ao nosso organismo (fortalece e reforça o sistema imunitário). Este suplemento alimentar rico em Vitamina C é essencial para reforçar e fortalecero sistema imunitário contra gripes e constipações.

Ácido L-Ascórbico

O ácido L-ascórbico (Vitamina C) é essencial para a formação do colagénio, que é fundamental para o normal funcionamento dos vasos sanguíneos, ossos, cartilagens, gengivas, pele e dentes.
Tem uma função importante na eliminação de radicais livres e no aumento dos níveis de energia. Ao aumentar a absorção de ferro nos alimentos contribui para a prevenção da baixa hemoglobina. Os níveis de ferro no nosso organismo são cruciais para os níveis de energia. Mais absorção de ferro é sinónimo de mais energia, menos cansaço e menos fadiga.
O consumo de vitamina C não está diretamente ligado ao combate à anemia, mas o aumento na absorção de ferro pelo organismo ajuda, visto que a maior parte dos casos de anemia são causados pela carência de ferro.
Quando falamos da vitamina C não podemos esquecer a sua importância para o funcionamento do sistema nervoso. Com a sua ação antioxidante previne os danos e o envelhecimento cerebral com a remoção de radicais livres produzidos naturalmente pelo metabolismo celular e o sistema de consumo de energia de neurónios. A vitamina C pode ser também uma importante aliada na prevenção de doenças neurodegenerativas, uma vez que é a produção dos radicais livres a causa da degeneração dos neurónios.

Astrágalo

O Astrágalo é uma planta medicinal utilizada para fortalecer o sistema imunitário. Os seus principais benefícios são: diminui inflamações; ajuda a reduzir o risco de cancro; auxilia no tratamento de gripes; diminui o colesterol elevado e auxilia no controle do açúcar no sangue; previne contra doenças cardiovasculares e alivia os efeitos colaterais da quimioterapia.

Mel

O mel é um produto natural colhido a partir do néctar das flores e excreções das abelhas. É considerado anti-séptico, antioxidante, anti-reumático, diurético, digestivo, expectorante e calmante. Os seus benefícios para a saúde são: regula o açúcar no sangue (elimina a glicose da circulação); trata a acne; melhora a função cerebral (ajuda a absorver e fixar o cálcio no corpo o que favorece um correto desempenho cerebral); trata dores de garganta e tosse (poder antibiótico e anti-séptico); é um ótimo remédio para feridas leves (propriedades cicatrizantes); reduz o stress metabólico (produz glicogênio no fígado - reserva de energia utilizada pelo cérebro para o seu normal funcionamento); fortalece o sistema imunitário (é rico em fitonutrientes); combate insónias (estimula o relaxamento noturno e o sono); e favorece o metabolismo (mel cru é considerado um probiótico).

Goma xantana

A goma xantana é um polissacarídeo muito usado em produtos alimentares que ajuda os ingredientes a misturarem-se de forma eficaz. É também utilizada para tratar a prisão de ventre e a regular os níveis de colesterol.

Equinácea

A equinácea é uma planta medicinal com propriedades anti-inflamatória, antioxidante, antimicrobiana, desintoxicante, laxativa, imuno-estimulante e antialérgica. É muito utilizada para aliviar sintomas de gripe e ajudar no tratamento de infeções respiratórias e urinárias, candidíase, dor de gengiva e de dentes, artrite reumatoide e doenças virais ou bacterianas.

Hissopo

O Hissopo é uma planta com propriedades expectorantes, utilizada para tratar infeções do aparelho respiratório.

Drosera

A drosera é uma planta utilizada para auxiliar no tratamento da tosse seca ou produtiva. Os seus principais benefícios são: contém propriedades anti-espasmódicas, alivia a dor da irritação e a dor de garganta e atua contra as inflamações respiratórias.

Sorbato de Potássio

O sorbato de potássio ou sal de potássio do ácido sórbico funciona como um conservante alimentar, suave, fungicida e bactericida de elevada eficácia e segurança que não altera o sabor dos alimentos. É o sal resultado da reação do ácido sórbico e hidróxido de potássio, uma vez diluído liberta o ácido sórbico. Os sorbatos atrasam e previnem o desenvolvimento de microorganismos como é o exemplo das bactérias , do mofo e dos fungos pela redução da água e aumento da acidez, e preservam o sabor, a cor, a textura e o valor nutritivo dos alimentos a que são adicionados.

Benzoato de Sódio

O benzoato de sódio é o sal de sódio do ácido benzóico e funciona como conservante de alimentos. Com propriedades antifúngicas protege os alimentos contra a invasão dos fungos que podem causar doenças. O benzoato de sódio equilibra o nível de pH dos alimentos e aumenta a acidez total do alimento. Ao baixar o pH o benzoato de sódio cria uma barreira onde os fungos não podem crescer nem disseminar-se.

Cloreto de Zinco

O Cloreto de zinco faz parte de um grupo de medicamentos utilizados na higiene oral e da orofaringe, para tratar gengivites e estomatites e para reduzir dores de dentes. Tem ação cicatrizante e estrófica e efeito analgésico.

Sucralose

A sucralose é o único adoçante obtido através da cana-de-açúcar que apresenta o sabor do açúcar sem o residual amargo e isento de calorias. A sua molécula é 600 vezes mais doce do que o açúcar e é lipossolúvel. Não se acumula nos tecidos gordurosos, não atravessa a placenta, não está presente no leite materno, já que a sua eliminação ocorre nas primeiras horas após o consumo e em 13 horas é excretado pelo organismo de forma intacta.
Estudos afirmam que a sucralose não é tóxica, não causa cancro, não afeta o sistema imunológico, não afeta o sistema nervoso central, não altera a glicemia e, por isso, pode ser consumida por qualquer um, inclusive diabéticos, grávidas, crianças e idosos. Além disso, a sucralose comporta-se bem com altas temperaturas, sendo uma alternativa para a preparação de sobremesas.

Limão

Rico em compostos fenólicos e flavonoides o limão demonstra poderosas propriedades antioxidantes, pela capacidade da eliminar os radicais livres em excesso, protegendo as células e o seu ADN de lesões, e é utilizado na prevenção de processos cancerígenos e de efeitos nefastos da quimioterapia. Apresenta, igualmente, atividade antibacteriana e antifúngica. Os seus principais benefícios são: ajuda a tratar a prisão de ventre, desintoxica o organismo, acelera o processo de cicatrização, diminui o inchaço e a pressão arterial, alivia a dor da gota ou o reumatismo, previne o envelhecimento precoce, previne alguns tipos de cancro e trata e anemia.

 

Para quê?

Com a chegada do frio, Imunitário Lister + é o melhor suplemento alimentar para combater gripes e constipações. Proteja-se a si e à sua família fortalecendo o sistema imunitário.

Para quem?

Este suplemento alimentar Lister + pode ser tomado pelos mais jovens e pelos mais velhos. As dosagens variam consoante as faixas etárias, mas os benefícios mantêm-se para reforçar o sistema imunitário dos 8 aos 80.

 

Ingredientes
Vitamina C 160 mg.

Astrágalo - extrato seco 5:1

100 mg.

Mel liofilizado

100 mg.

Equinácea - extrato seco 5:1

50 mg.

Hissopo - extrato seco 10:1

50 mg.

Drosera - extrato seco 5:1

50 mg.

Zinco

10 mg.

Limão

500 μg

 

Ingredientes

Água; Ácido L-ascórbico; Astrágalo - Astragalus membranaceus, raiz; Mel liofilizado (em pó); Estabilizador (Goma Xantana); Equinácea - Echinacea purpurea, raiz; Hissopo - Hissopus officinalis; planta inteira; Drosera - Drosera rotundifolia planta inteira; Conservantes (sorbato de potássio, benzoato de sódio); Cloreto de Zinco; Edulcorante (sucralose); Limão - Citrus limonum (óleo essencial) casca do fruto.

Apresentação

Frasco de 500 ml.

Modo de tomar

Adultos: 30 ml. de manhã em jejum.
Crianças: 10 ml. de manhã em jejum.
Agitar antes de usar. Após a abertura da embalagem, consumir no prazo máximo de 45 dias. Não exceder as dosagens recomendadas.

 

 

 


 

Estudos Científicos

"Suplementos alimentares, imunidade e COVID-19: qual a evidência?"

Os suplementos alimentares devem ser utilizados de forma combinada com uma alimentação saudável. Vitaminas e minerais exercem um papel fundamental no nosso organismo, e quando em falta podem trazer efeitos negativos perante doenças infecciosas. O estudo destaca a importância das Vitaminas A, C, D, E, B6, B12 e folato que promovem a resposta imunológica, sendo também estas vitaminas um grande aliado no suporte às defesas naturais do organismo. As vitaminas e minerais funcionam como coadjuvantes na recuperação dos pacientes COVID-19, melhorando as defesas naturais dos infetados ou inibindo a replicação viral. Alguns flavonoides têm também uma atividade anti-coronavírus. A Vitamina C é fundamental para o nosso organismo pelo seu alto poder antioxidante que promove um papel positivo no sistema imune. Dentro dos minerais, o Zinco destaca-se por ser essencial em diversos processos biológicos, principalmente para o bom funcionamento do sistema imunológico, porque existe uma relação direta com as células do sistema imune. O estudo indica que o estado nutricional é um fator determinante para uma boa resposta imunológica. Os suplementos alimentares são parte de uma estratégia nutricional, direcionados a quem não consegue, através da dieta, obter as quantidades mínimas de nutrientes necessários, juntamente a diversos outros fatores individuais, podem garantir o funcionamento normal do sistema imunológico.

Bomfim, J.H.G.G., Gonçalves J.S. (2020). Suplementos alimentares, imunidade e COVID-19: qual a evidência? Vittalle –Revista de Ciências da Saúde. 34: 10-21.


“Vitamin D Status In Hospitalized Patients With SARS-CoV-2 Infection”

A falta de Vitamina D é comum em todo o mundo. Conhecida como a vitamina do sol, as diferenças geográficas e estações do ano causam muitas vezes a deficiência desta vitamina no nosso organismo.
Em Espanha, onde os níveis de falta de vitamina D são altos, as infeções e mortes causadas pela Covid-19 chegam cada vez mais a números elevados.
Em doenças cardiovasculares, diabetes e cancro é notada carência de Vitamina D, e é também nessas doenças que é mais provável um pior prognóstico da Covid-19.
O objetivo do estudo “Vitamin D Status In Hospitalized Patients With SARS-CoV-2 Infection” é avaliar os níveis de Vitamina D em pacientes hospitalizados com Covid-19 e de que forma esses níveis estão associados à mortalidade e gravidade da doença.
Os níveis de vitamina D são significativamente baixos em doentes hospitalizados com Covid-19 quando comparados com a população com idades e sexo semelhante. Apesar de se notar a deficiência de Vitamina D nos pacientes esta não pode ser associada à gravidade da infeção.
Pacientes de Covid-19 têm um elevado nível de carência de Vitamina D, e esta vitamina pode ter uma papel benéfico num estado inflamatório da doença.
É importante implementar estratégias de prevenção como o uso de Vitamina D no tratamento de Covid-19 porque apresenta resultados positivos, ainda que o seu papel no combate à doença não esteja confirmado.

Hernández, J., Nan D., Fernandez-Ayala M., García-Unzueta M., Hernández-Hernández M., López-Hoyos M., Cacho P., Olmos J., Gutiérrez-Cuadra M., Ruiz-Cubillán J., Crespo J., Martínez-Taboada V. (2020). Vitamin D Status In Hospitalized Patients With SARS-CoV-2 Infection. The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, XX


“Diagnóstico y Tratamiento de la Deficiencia de Vitamina D”

A Vitamina D está associada à radiação solar e fontes vegetais (no caso da Vitamina D2) e fontes animais (no caso da Vitamina D3).
Nos últimos anos a Vitamina D provou o seu papel como auxiliar na resposta imunitária, na proliferação e diferenciação celular e na função e equilíbrio muscular.
A carência de Vitamina D pode contribuir para o desenvolvimento de doenças como a diabetes e esclerose múltipla, e para o aumento do risco de cancro da mama, próstata e cólon.
A carência desta vitamina é geral na população, mas é ainda mais acentuada em alguns grupos de riso.
O estudo “Diagnóstico y Tratamiento de la Deficiencia de Vitamina D” visa sublinhar as consequências que a falta de Vitamina D tem para o metabolismo ósseo, assim como referir a importância do consumo de alimentos ricos nesta mesma vitamina ou o uso de suplementos como substituição (na maior parte dos casos a vitamina presente nos alimentos não é suficiente).

Miranda D., Leiva L., Léon J., Maza M. (2009). Diagnóstico y Tratamiento de la Deficiencia de Vitamina D. Revista Chilena de Nutrición, 36


“A importância dos níveis de vitamina D nas doenças autoimunes”

A Vitamina D tem sido cada vez mais alvo de pesquisa para se perceber que benefícios a mesma pode trazer para o sistema imunitário. Em estudos atuais é comprovado que a carência de Vitamina D está relacionada com doenças autoimunes como a diabetes, esclerose múltipla, artrite reumatoide entre outras.
É então objetivo de estudo a importância que a Vitamina D tem na prevenção dessas doenças, através da sua ação sobre regulação e a diferenciação de células, estudo esse que conclui - a carência de Vitamina D pode ter papel importante na prevenção de doenças autoimunes, é importante então inclui-la na alimentação, ou através de suplementos.

Marques C., Dantas A., Fragoso T., Duarte A. (2010). A importância dos níveis de vitamina D nas doenças autoimunes. Revista Brasileira de Reumatologia, 50: 67-80


“Acción de la vitamina D3 en el sistema inmune”

Desde o ano de 1980 que está comprovado o importante papel da Vitamina D3 na resposta imunitária. Estudos feitos a esta vitamina conhecida por ser a vitamina do sol, mostram que não só é importante para a formação e manutenção do esqueleto, como também em outros processos biológicos.
O estudo “Acción de la vitamina D3 en el sistema inmune” salienta a importância desta vitamina que tem sido cada vez mais estudada para a descoberta de novos benefícios para o organismo. Além dos benefícios referidos a Vitamina D3 pode regular os linfócitos (células responsáveis pela resposta imune e pela resposta do corpo), e tem tido sucesso na prevenção da rejeição aguda e crónica do aloenxerto (transplante entre indivíduos geneticamente diferentes) numa variedade de modelos experimentais.

Solare S., Calabrese G., Massimi V. (2005). Acción de la vitamina D3 en el sistema inmune. Facultad de Ciencias Médicas - Universidade Nacional de la Plata (Argentina).


“Suplementação de Vitamina D3 e Redução de Quedas em Idosos”

A Vitamina D3 tem um papel importante na prevenção de fracturas e quedas de seniores. O estudo “Suplementação de Vitamina D3 e Redução de Quedas em Idosos” demonstra os benefícios dos suplementos de Vitamina D3 na redução do risco de fractura do quadril em idosos.
Outros estudos revelam que uma pessoa de 70 anos que é exposta à mesma quantidade de radiação ultravioleta que um jovem, consegue apenas produzir 20% da quantidade de Vitamina D produzida por um jovem, é por essa razão necessário o consumo de suplementos alimentares que contenham vitamina D, a vitamina do sol.
Os estudos sobre a suplementação da Vitamina D procuram estabelecer relações com redução de mortalidade, redução de risco de fracturas, redução de quedas em idosos, associação com cálcio, melhora da função neuromuscular, melhora de função cognitiva bem como o papel da Vitamina D como fator de prevenção para várias doenças sistémicas.
Conclui-se que a suplementação com Vitamina D tem realmente uma elevada relevância, visto que baixa o risco de uma pessoa mais velha cair em 22%.

Dultra N. (2013). Suplementação de Vitamina D3 e Redução de Quedas em Idosos. Faculdade de Medicina da Bahia - Universidade Federal da Bahia, Salvador (Bahia). 31 pp.

Escreva a sua própria avaliação
Está a avaliar:Imunitário Lister + 500ml
A sua classificação