Os Benefícios da Beterraba

Beterraba

 

A Beterraba (Beta vulgaris) é uma hortaliça da família das quenopodiáceas. A sua origem selvagem é no norte de África, e o seu cultivo começou a ser realizado na época romana. Os Romanos usavam para tratar febres e prisão de ventre. Na idade média era utilizada para o tratamento de doenças relacionadas com o sangue e a digestão.

 

Existem diferentes variedades de Beterraba com diferentes características: podem ser utilizadas para a produção de açúcar, alimentação animal e biocombustível. A mais conhecida cor avermelhada da hortaliça deve-se aos pigmentos da classe das betalaínas, que contém dois pigmentos, as betaxantinas (amarelos) e as betacianinas (vermelhos).

 

A Beterraba é um alimento pouco calórico, com apenas 40 calorias por cada 100 gramas.  É rica em vitaminas (A, C e do complexo B), minerais (magnésio, fósforo, potássio, zinco e ferro), e antioxidantes (flavonoides e carotenoides), além de ser um alimento com grande percentagem de água.

 

Propriedades medicinais:

  • Antioxidante;
  • Anti-inflamatória;
  • Desintoxicante;
  • Revitalizante.

 

A Beterraba é uma hortaliça com grande versatilidade na cozinha podendo por isso ser consumida de diversas formas: cozida, crua em saladas ou até mesmo em sumos naturais. Os seus benefícios para a saúde são inúmeros por ser rica em antioxidantes associados à prevenção de alterações e degenerações celulares. Conhecida pelo seu forte “sabor a terra” adocicado, os seus principais benefícios são:

Previne o envelhecimento precoce, contém elevados níveis de vitamina C, um potente antioxidante que evita o envelhecimento das células;

Diminui a pressão alta, contém nitratos que ajudam a relaxar os vasos sanguíneos;

Fortalece o sistema imunitário, por ser rica em zinco ativa um hormônio que aumenta a produção de células de defesa do organismo;

Previne e combate a anemia, por ter ferro e vitaminas do complexo B na sua composição;

Protege o sistema nervoso, por ser um alimento rico em vitamina B1 e B2;

Controla o colesterol e protege o coração, o seu alto teor de fibras ajuda a reduzir a absorção de colesterol no intestino;

Previne problemas no fígado e nos pulmões, pela presença de vitamina C e betalaína;

Ajuda na prevenção do cancro, é rica em antioxidantes que ajudam no combate aos radicais livres;

Melhora o rendimento de treino, por relaxar os vasos sanguíneos permite que mais nutrientes cheguem aos músculos.

 

A Beterraba deve ser ingerida com moderação por conter uma substância com o nome oxalato que quando consumida em excesso pode piorar o quadro de pedras nos rins para quem sofre desse problema. Por ser uma fonte de potássio, alguns pacientes renais crónicos (com necessidade de uma dieta controlada em potássio) devem ter especial cuidado no consumo.

 

Sabia que?

As folhas (rama) de Beterraba podem ser cozidas e consumidas como o espinafre. Com alguma gordura podem também ser utilizadas para fazer aplicações curativas para feridas e inflamações.

 

Agora que já ficou a saber mais sobre este poderoso alimento, comece a inserir a Beterraba na sua dieta para obter todos os benefícios e melhorar a sua saúde e bem-estar.