Hábitos que deve evitar no regresso ao trabalho

Se está no processo de perder peso, o foco não deve ser apenas na dieta. Os seus hábitos diários também têm um papel muito importante em ajudar os seus objetivos de perda de peso. Muitas são as pessoas que praticam uma alimentação saudável, mas falham noutros aspectos o que acaba por sabotar a perda de peso, e pode tornar-se uma frustração na sua vida. 

Com o regresso ao trabalho, é importante perceber quais são os hábitos que não estão a deixá-lo emagrecer e tentar modificá-los para conseguir finalmente alcançar os seus objetivos tão desejados.

 

Fique a conhecer as falhas que podem estar a prejudicá-lo:

 

Pular refeições

 

Grande parte das pessoas pensa ainda que para perder peso deve deixar de comer. Em diversos casos, pular refeições é a solução, mas pode estar a prejudicá-lo. Ao evitar certas refeições, acaba por não ingerir as calorias suficientes para manter o seu metabolismo ativo, fazendo com que o mesmo comece a desacelerar. Não comer faz também com que sinta mais fome, e fome é sinónimo de excessos - tudo o que não comeu com medo de engordar vai comer a dobrar por consequência da fome. 

 

Comer na secretária de trabalho

 

Certamente já comeu no mesmo sítio que trabalha para optimizar o tempo, mas fique a saber que as duas coisas não se devem misturar. Além de perder o prazer na alimentação por estar focado no trabalho que está a realizar ao mesmo tempo, acaba também por comer demasiado rápido e perder a noção do que está a comer.

 

Não realizar pausas para se alimentar

 

A trabalhar a partir de casa, a tendência é a de ir buscar comida à sua cozinha sempre que sente fome, ou pelo contrário, tentar fazer todo o trabalho e só depois alimentar-se. Ambas as opções estão erradas. Deve criar pausas a meio da manhã, ao almoço e a meio da tarde para comer. Retirar uns minutos para se alimentar com a devida calma e prazer é o que está correto, e não esperar pelo final do dia para poder comer à vontade e ficar horas agarrado a snacks para recuperar da fome.

 

Comer demasiado rápido

 

Muitas vezes o trabalho impede-o de usufruir da hora de almoço com calma e tranquilidade, mas comer rápido nunca é solução! Alimentar-se com pressa pode fazer com que tenha mais problemas gastrointestinais, como inchaço, arrotos e dor de estômago, e pode também provocar azia e mau estar. Comer rápido leva muitas vezes a comer em excesso, o que só vai prejudicar a sua saúde. Retire uns minutos para se alimentar, mastigue devagar e engula bem os alimentos. 

 

Praticar o jejum durante demasiadas horas

 

O jejum intermitente tornou-se bastante popular nos últimos tempos como uma ajuda extra na perda de peso. Para quem trabalha, muitas vezes o jejum pode ser benéfico por necessitarem apenas da pausa de almoço e poderem ficar uma manhã inteira a trabalhar sem comer. Mas, e se o seu corpo começar a mostrar sinais de fome? Não deve evitá-los! O jejum deve ser feito de forma moderada e nunca a um nível extremo. Ao permitir que o seu corpo fique horas e horas sem comer, nas horas que pode comer vai pedir-lhe comida em excesso o que não é nada benéfico para a sua saúde. 

 

Substituir refeições por líquidos

 

Os smoothies podem ser um excelente substituto de refeição, mas podem também  carregar consigo grandes quantidades de calorias. Adicionar sumos ou outros ingredientes com grandes quantidades de açúcar também pode aumentar o conteúdo calórico. Dado que muitos dos ingredientes já estão parcialmente decompostos, os smoothies podem nem sempre ser a escolha de comida mais saciante, fazendo com que acabe por ficar com fome.

 

No regresso ao trabalho não se esqueça destes conselhos que vão facilitar a sua vida e melhorá-la. A alimentação é importante, mas os hábitos diários são um complemento essencial para que consiga alcançar o peso que tanto deseja.