Chat with us, powered by LiveChat

Contactos Lister Mais
Carrinho de compras 0
0,00 €

Sistema Imunitário / Covid-19

Sistema Imunitário / Covid-19

  1. APDP recomenda proteção rigorosa para pessoas com diabetes e mais de 50 anos
    22
    Jan

    APDP recomenda proteção rigorosa para pessoas com diabetes e mais de 50 anos

    Durante o novo período de confinamento a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal reforça a importância da prevenção da doença covid-19 nas pessoas com diabetes e recomenda isolamento rigoroso para as pessoas com diabetes, em particular com mais de 50 anos, considerando-as um grupo de maior risco.

     

    Este isolamento será tão mais importante se tiverem também hipertensão, obesidade, doença coronária, respiratória ou cancro.
     

    “Vivemos uma situação de emergência em Portugal e as pessoas com diabetes são um dos grupos de risco de complicações graves em caso de infeção pelo novo coronavírus. Falamos especialmente das pessoas com mais de 50 anos e com diabetes que devem manter um isolamento rigoroso, não se deixando infetar e evitando todas as hipóteses de contágio. Só deverão sair de casa em situações de absoluta necessidade e, sempre, evitando contactos pessoais. É ainda fundamental que todas as suas dúvidas sejam esclarecidas para evi

    Read more
  2. "Vitamina D pode evitar complicações graves e a morte em doentes com covid-19"
    11
    Jan

    "Vitamina D pode evitar complicações graves e a morte em doentes com covid-19"

    O autor do estudo defende que tendo em conta a deficiência desta vitamina em todo o mundo, especialmente nos meses de inverno, "é prudente que todos tomem um suplemento para reduzir o risco de infeção e complicações".

     

     

     

    A presença de vitamina D em quantidades suficientes no organismo pode reduzir complicações graves e até a morte em doentes infetados com o novo coronavírus. Esta é a conclusão de um estudo publicado na revista científica Plos On.

     

    A investigação tem por base a constatação de que os pacientes internados e que tinham valores superiores a 30 ng/ml de 25-hidroxivitamina D apresentaram menos consequências graves da doença, como inconsciência, hipoxia (baixa concentração de oxigénio) e até morte.

     

    "Este estudo fornece provas diretas de que ter vitamina D suficiente pode reduzir as complicações [da doença], incluindo a libertação de muita proteína no sangue muito rapida

    Read more